Da série 'Jornal Itaqui-Bacanga': Violência artificial?

O blog faz as vezes de jornal Itaqui-Bacanga para provar que o ex-carregador de malas de José Sarney, secretário de segurança Aluísio Mendes, debochava da cara dos ludovicenses quando afirmou em uma rádio da capital que ‘a sensação de insegurança em São Luís é artificial’.

No bairro do Maiobão, um jovem foi assassinado com cerca de 30 tiros. Os bandidos chegaram à casa da vítima, mandaram sua mãe sair e descarregaram toda a munição contra ele. De acordo com informações da perícia, o rapaz estava com perfurações de bala até mesmo no ânus.

homicidio maiobao

Na Tajaçuaba, um outro indivíduo foi assassinado com 27 tiros de pistola .40.

tajacuaba

No Cohatrac, moradores preocupados com a falta de segurança e policiamento tentaram fazer justiça com as próprias mãos e desceram o sarrafo em dois meliantes que atuavam na região.

bandidos-cohatrac-e1366998166846

3 respostas a Da série 'Jornal Itaqui-Bacanga': Violência artificial?

  1. Paulo Falcao disse:

    Engraçado que ninguém comenta o q esse vagabundo da primeira foto fez antes né, ele era ladrão e tinha ameaçado varias pessoas com uma arma inclusive disparando contra elas, ele só não contava que os caras eram mais macho que ele. já vai tarde vagabundo.

  2. lane disse:

    -E meu povo esse é o Maranhão em que vivemos,a verdadeira carnificina bem visível pra todos.
    Quando é que essa “tal” justiça ira tira a Venda dos olhos para enxergar a nossa realidade,onde policiais não esta dando conta da segurança para nossa comunidade,onde “Roseana Sarney” se esconde entre 4 paredes e nada é resolvido. Enquanto pais de famílias estão sendo mortos sem nem amenos poder se defender de tanta violência,enquanto os meliantes iram presos e mesmo assim a justiça age normalmente como se os mesmos fossem pessoas de bem,saindo pela porta da frente da “Delegacia”…

    Infelizmente esse nosso” Maranhão” é uma vergonha em todos os sentido!!!

  3. Rafael Privado disse:

    Oque esta acontecendo não é a realidade só do maranhão mais sim do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>