Da série 'Jornal Itaqui-Bacanga': Violência artificial?

O blog faz as vezes de jornal Itaqui-Bacanga para provar que o ex-carregador de malas de José Sarney, secretário de segurança Aluísio Mendes, debochava da cara dos ludovicenses quando afirmou em uma rádio da capital que ‘a sensação de insegurança em São Luís é artificial’.

No bairro do Maiobão, um jovem foi assassinado com cerca de 30 tiros. Os bandidos chegaram à casa da vítima, mandaram sua mãe sair e descarregaram toda a munição contra ele. De acordo com informações da perícia, o rapaz estava com perfurações de bala até mesmo no ânus.

homicidio maiobao

Na Tajaçuaba, um outro indivíduo foi assassinado com 27 tiros de pistola .40.

tajacuaba

No Cohatrac, moradores preocupados com a falta de segurança e policiamento tentaram fazer justiça com as próprias mãos e desceram o sarrafo em dois meliantes que atuavam na região.

bandidos-cohatrac-e1366998166846

2 respostas a Da série 'Jornal Itaqui-Bacanga': Violência artificial?

  1. Realmente eu gosto muito do deste jornal porque ele conta a realidade do jeito que ela é eu não leio todos dias é porque na minha cidade não tem para vender ojornal para mim é de grande qualidade no maranhão pois conta averdade nua é crua para nossa sociedade saber oque sé paca em nosso estado é para as nossas autoridades focar as coisas mais de perto
    Barreirinhas maranhão

  2. Rafael disse:

    Esse Jornal é bem forte, mas retrata a realidade que não pode ser mascarada..estão de parabens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>