Postagem do Marrapá repercute nos maiores veículos de imprensa do Brasil

002

Ganhou repercussão nacional a postagem do blog Marrapá sobre as declarações do senador José Sarney no comício do candidato a governador do PMDB maranhense, Edinho Lobão, com a presença do vice-presidente Michel Temer, realizado na última terça-feira (16), na Batuque Brasil.

001

Veículos como O Globo, Folha de São Paulo e Estado de São Paulo, e os portais da Band, UOL, MSN e Yahoo repercutiram na íntegra o conteúdo do vídeo publicado com exclusividade pelo blog. O jornalista Josias de Souza e Reinaldo Azevedo também comentaram a postagem, dando destaque às declarações absurdas do oligarca maranhense contra a presidenciável Marina Silva (PSB).

004

Procurador-Geral da República quer a condenação de Edinho Lobão por injúrias

Edinho Lobão, filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, apontado como um dos beneficiados pelo propinoduto da Petrobras.

Edinho Lobão, filho do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, pode ser condenado por injúria contra adversário.

A Procuradoria Geral da República pediu a responsabilização do senador Edinho Lobão Filho (PMDB) por acusações contra Flávio Dino. Após declarar em entrevista que pagaria R$ 20 mil por denúncias contra Flávio Dino e afirmar que a gestão do ex-presidente da Embratur possuía irregularidades, Edinho foi denunciado ao Supremo Tribunal Federal por calúnia e difamação.

Em parecer, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, acolheu o pedido de Flávio Dino após inúmeras agressões proferidas por Edinho Lobão em entrevista à Rádio Mirante. O caso aconteceu em maio deste ano, logo que o suplente de senador lançou candidatura ao Governo do Estado na disputa contra Dino.

Durante 30 minutos, Edinho proferiu ataques a seu oponente sem provas do que afirmava. Segundo o suplente, caso houvesse investigação sobre a gestão de Dino à frente da Embratur, a imprensa iria encontrar “a podridão dele do início ao fim”.

As insinuações de Edinho foram duramente criticadas pelo chefe do Ministério Público Federal, que afirmou que Edinho “ultrapassou os limites mínimos aceitáveis de seu direito de expressão porque se utilizou de termo no mínimo pejorativo para, criminosamente, adjetivá-lo”. Para o procurador, é clara a intenção de Edinho de injuriar seu adversário.

Ministério Público rejeita defesa de Edinho

Para escapar das suas responsabilidades civis, Edinho afirmou ao Supremo Tribunal Federal que possui “imunidade parlamentar” para proteger-lhe das acusações. A procuradoria, no entanto, rejeitou a argumentação do suplente e afirmou que Edinho “extrapolou o âmbito da informação e da simples crítica e não mantém qualquer relação intrínseca à atividade político-partidária”.

Após análise da entrevista em que Edinho chegou a oferecer R$ 20 mil para quem encontrasse provas que acusassem Flávio Dino por algum crime, o Procurador-Geral opinou pelo enquadramento de Edinho Lobão nos termos do art 140 do Código Penal, que caracteriza o crime de injúria – ofensa à honra e à dignidade.

Após o parecer da Procuradoria, o caso será encaminhado aos ministros do Supremo Tribunal Federal para julgamento. A pena para este crime é de um a seis meses de prisão, ou multa.

Deputados, prefeitos, vereadores e lideranças do MA consolidam apoio a Flávio Dino

Todos pelo Maranhão: Líder nas pesquisas, Dino conta com o apoio maçico da classe política do estado.

Todos pelo Maranhão: Líder nas pesquisas, Dino conta com o apoio maciço da classe política do estado.

Nas últimas semanas, dezenas de deputados, prefeitos, vereadores e lideranças políticas das 217 cidades do Maranhão consolidaram apoio à candidatura do oposicionista Flávio Dino (PCdoB) para comandar o Palácio dos Leões a partir de janeiro de 2015.

A vinte dias das eleições, Flávio Dino lidera absoluto em todas as pesquisas de intenções de votos já divulgadas. Números de consumo interno da Escutec e das coligações dos candidatos à presidência da República mostram o ex-presidente da Embratur com uma vantagem superior a 25 pontos percentuais.

O candidato da coligação Todos pelo Maranhão tem recebido manifestações de apoio em todo os municípios do estado. Esse movimento, portanto, deve se intensificar nos próximos dias, com a adesão de forças políticas de vários partidos – inclusive dos que dão sustentação à chapa de Edinho Lobão (PMDB), que representa o projeto de continuidade da oligarquia Sarney.

Entre as lideranças da coligação adversária que aderiram formalmente à campanha de Flávio Dino estão os deputados estaduais Edson Araújo (PSL) e Hélio Soares (PMDB); os prefeitos Dr. Francisco (Governador Luiz Rocha), Arlindo Andrade (Fortuna), Nilsinho Garcia (Palmeirândia) e Flávio Furtado (Duque Bacelar), além de diversos ex-prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

Também são esperadas declarações de apoio de mais parlamentares, gestores municipais (inclusive da Região Metropolitana de São Luís), câmaras de vereadores inteiras e de um importante ex-candidato a governador.

A Gorete que o Edinho Lobão não tem coragem de mostrar

Depois de plagiar a esquete da Gorete de um programa político do Rio Grande do Norte, o marqueteiro Elcinho Mouco inspirou jovens de Imperatriz a fazerem o mesmo.

O grupo criou uma paródia hilária da personagem, adequando à realidade da política maranhense, com a abordagem de temas como as denúncias da revista Veja, o escândalo da Petrobras e a promessa do Alô doutor.

Em tempo: Após o blog Marrapá revelar que o telespectador não compreendia a função da Gorete no horário eleitoral, o ‘marqueteiro da maldade’ logo deu um jeito de inserir o candidato Edinho Lobão (PMDB) no quadro, para deixar bem claro que o alvo das baixarias da personagem é o oposicionista Flávio Dino (PCdoB).

A encenação ficou tosca. Digna do humor sem graça do programa Zorra Total.

Acusado de receber propina, Lobão faz campanha no jatinho de Ilson Mateus

wilson mateus

Recepção calorosa: Lobão chegou à Balsas no jatinho da Tocantins Participações e Empreendimentos LTDA, do empresário Ilson Mateus.

Em meio às denúncias de corrupção na Petrobras, o ministro Edison Lobão aproveita a licença forçada do ministério de Minas e Energia — por imposição da presidente Dilma Rousseff (PT) — para mergulhar de cabeça na campanha do filho, o candidato a governador do Maranhão, Edinho Lobão (PMDB).

Arrolado pelo delator Paulo Roberto Costa como um dos beneficiários do esquema que sangrou os cofres da petrolífera brasileira, Lobão desembarcou na manhã desta quinta-feira em Balsas, a bordo de um jatinho pertencente ao milionário Ilson Mateus, dono da rede de supermercados Mateus.

Pela ‘calorosa recepção’, não deve ser nada empolgante o clima da campanha de Edinho Lobão no sul do estado. Em um recente programa eleitoral, o candidato da oligarquia Sarney fez ataques ao município administrado pelo prefeito Luiz Rocha Filho (PSB), numa clara tentativa de atingir o adversário Flávio Dino (PCdoB).

Bira do Pindaré se destaca na luta pela regularização fundiária

bira_pindare

Bira do Pindaré se destaca na luta pela regularização fundiária.

Regularização fundiária é uma das principais lutas do deputado estadual Bira do Pindaré (PSB). A pauta foi ainda maior em comunidades como a Portelinha e o São Bernardo, onde o candidato participou de duas caminhada.

Durante a atividades, os moradores agradeceram a luta do parlamentar e afirmaram que é de representante dessa qualidade que o povo do Maranhão precisa.

“Foi a nossa união somada ao compromisso e luta do deputado Bira, que nos garantiu o direito de permanecer em nossas casas, criando os nossos filhos”, destacou Silvana, morador do bairro Portelinha.

A questão fundiária é um dos maiores problemas da Ilha de São Luís e de todo Estado. Para Bira, o problema é tão possível quanto necessário de resolver, mas para isso é preciso eleger um governador que “olhe para os problemas da população, que priorize a regularização fundiária em sua gestão”, afirmou.

Afinado com as proposta do candidato a governador, Flávio Dino, o socialista esclarece que não tem como desenvolver um estado sem viabilizar a titulação de terras.

“Não tem como pensar em desenvolvimento nesse Maranhão, sem resolver a questão fundiária. Aquilo que a gente imaginava, que era só no interior do Estado que havia esse problema (regularização fundiária) e os conflitos agrários, de repente a gente descobriu que a questão fundiária também está na Ilha de São Luís”, frisou o candidato.

Dentre as propostas que Bira do Pindaré defende, estão o programa “Minha Casa, Meu Maranhão”, que tem a meta de reformar ou construir 200 mil unidades habitacionais em todo Maranhão, além do plano de regularização fundiária para garantir a titulação de terra e moradia para todos os maranhenses.​

TSE proíbe divulgação de pesquisa contratada pela TV Difusora de Edinho Lobão

Marina pediu a impugnação de pesquisa fraudulenta contratada pela televisão de Lobão.

Marina Silva pediu a impugnação de pesquisa fraudulenta contratada pela televisão de Lobão.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibiu na manhã desta quinta (18) a divulgação da pesquisa contratada pela TV Difusora de Edinho Lobão. A pesquisa, cujo instituto contratado não possui sequer sede, foi encomendada pela emissora pertencente ao candidato do grupo Sarney, que se mantém em segundo lugar e muito atrás do primeiro colocado, Flávio Dino.

A praticamente 15 dias da eleição e sem conseguir convencer o eleitor maranhense, Edinho Lobão resolveu contratar uma pesquisa do instituto Prever – o mesmo que em 2012 “previu” a vitória de João Castelo para a prefeitura de São Luís.

A responsável pela impugnação da pesquisa foi a coligação “Unidos pelo Brasil”, da candidata Marina Silva (PSB). Após a analisar os dados da pesquisa, o Tribunal Superior Eleitoral avaliou que havia irregularidades no registro da pesquisa.

O resultado – que devia vir ao gosto do freguês Edinho Lobão – iria ao ar no Sistema Difusora de Comunicação amanhã.

Auditores do TCU estão investigando contratos suspeitos na secretaria de Ricardo Murad

Ricardo-Murad11Blog do Jorge Vieira

Auditores do Tribunal de Contas da União continuam fazendo uma varredura nos contratos executados pela Secretaria de Saúde do Estado, comandada por Ricardo Murad, com recursos do governo federal. Os técnicos do TCU estão analisando o contrato de reforma do Hospital dos Servidores, repasse financeiro para a Fundação Bem Viver e os recursos destinados à construção dos hospitais do programa “Saúde é Vida”.

Os auditores do Tribunal de Contas estão trabalhando em sigilo absoluto e nem os assessores requisitados para auxiliar nas tarefas estão tendo acesso aos relatórios elaborados.

Segundo apurou o blog, a investigação está sendo realizada também nos programas federais que viraram cabide de emprego no Maranhão. Por isso estão sendo solicitados todos os projetos e objetivos de cada um para saber o que foi executado.

O Tribunal de Contas da União mandou auditar a Secretaria de Ricardo Murad após receber denúncias dos deputados federais Domingos Dutra e Simplício Araújo sobre supostas irregularidades.

Tão logo sejam concluídos os trabalhos, o resultado será encaminhado aos órgãos competentes.

Segundo tem denunciado a oposição, somente com dispensa de licitação, Ricardo Murad torrou mais de R$ 1 bilhão.         

“Montenegro, do Ibope, vende resultado de pesquisa”, diz Ciro Gomes

“Montenegro, do Ibope, vende resultado de pesquisa. Ele vende até a mãe para ganhar dinheiro. Esse eu conheço de longa data. (…) O Ibope e o Sensus fazem qualquer negócio. O Datafolha é o único instituto que não se aluga a partidos e empresas”, lembrou Ciro Gomes numa entrevista à Rede TV, em 26 de abril de 2010.

Paulo Marinho, lugar tenente de Edinho em Caxias, é condenado de novo

Ficha corrida: Paulo Marinho - SIM, o pai do Paulinho - é condenado mais uma vez.

Ficha corrida: Paulo Marinho – SIM, o pai do Paulinho – é condenado mais uma vez pela Justiça Federal.

O indefectível ex-deputado cassado por corrupção, Paulo Marinho, foi condenado pela justiça mais uma vez. Desta, foi a ação de improbidade movida contra ele (Processo nº 832/2001, numeração única: 832-59.2001.8.10.0029, em trâmite na 1ª Vara da Comarca de Caxias), enriquece a longa lista de malfeitos do ex-prefeito, que tem contra si nas diferentes esferas da Justiça, como centenas de processos e dezenas de condenações.

Em suma, PM foi condenado, em 1º Grau, nas sanções previstas na Lei de Improbidade, em razão da venda, sem qualquer autorização, de “ações ordinárias nominativas” da empresa PETROBRÁS, de propriedade deste Município.

Na sentença (de 2009) Paulo Marinho foi condenado a:

1) Recolher aos cofres públicos do Município de Caxias-MA a importância referente à venda das ações, acrescidas de correção monetária e juros;

2) Ficar proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócia majoritária, pelo prazo de 5 (cinco) anos;

3) Pagar multa civil de 1 (uma) vez o valor do dano;

4) Ter seus direitos políticos suspensos pelo prazo de 5 (cinco) anos.

A referida sentença foi objeto de recurso de apelação, o qual foi negado seguimento, nos termos do acórdão tendo transitado livremente em julgado no dia 12 de setembro de 2013.

PM NÃO PODERÁ VOTAR NO FILHO NEM EM EDINHO

O Juízo Eleitoral de Caxias foi comunicado da  suspensão dos direitos políticos de PM, com a consequente retirada de seu nomes dos cadernos de votação e suspensão do título de eleitor. Os advogados da Prefeitura entram com  pedido de execução para o Município visando o ressarcimento ao erário.

Apesar de afirmar que tinha recuperado seus direitos políticos por já haver transcorrido o prazo de outra condenação que possuía, PM volta a ser um cidadão sem direito a votar e ser votado por conta da nova condenação que suspendeu seus  direitos políticos suspensos por mais 5 anos.