Notícia

Flávio Dino oferece ajuda para Bolsonaro concluir creches no Maranhão

Durante ato de posse do segundo mandato na Assembleia Legislativa, o governador Flávio Dino anunciou que vai oferecer recursos estaduais para concluir as creches federais no Maranhão.

“Amanhã vou dirigir ofício ao Ministério da Educação oferecendo ajuda financeira para a conclusão de creches federais paradas em nosso Estado”, afirmou na coletiva antes da posse. “Vamos formalmente oferecer ajuda financeira. Procuramos concluir ainda neste ano as creches paradas em nosso Estado”.

As creches foram iniciadas no governo Dilma, como parte de suas promessas à reeleição. Mas as obras estão paradas.

A principal novidade de seu segundo mandato será o lançamento de um Pacto Estadual Pela Aprendizagem, afirmou Dino. O programa é uma expansão do Programa Escola Digna, que reformou mais de 800 escolas no primeiro mandato de Dino, substituindo escolas de taipa por de alvenaria.

Comentários estão desativados

10 respostas para “Flávio Dino oferece ajuda para Bolsonaro concluir creches no Maranhão”

  1. Manuela disse:

    Dilma e sua gang roubaram o dinheiro kkkkkkkkkkkkkkk

  2. Martinho disse:

    Dilma??? Quem é essa?

  3. Leitor disse:

    Um pobre desse aí, ele é quem precisa ser ajudado, pra ao menos ajudar o prefeito da capital maranhense ao menos asfaltando a nossa bela ilha

  4. Maranhense disse:

    Kkkkkkkkkkkkkkk.
    Kkkkkk
    Não consegue pagar os seus prestadores de serviços, vai querer dar dinheiro pro gov. Federal?!?!?!
    Paga suas contas dinoquio.

  5. Márcio jerry disse:

    Governador caloteiro

  6. Daniel disse:

    Menos, governador, menos!
    Uma dúvida no ar: se o Estado está com problemas financeiros, como é que está oferecendo verba para conclusão de creches federais no Maranhão?

  7. Gilberto telles disse:

    quem é Flavio Dino ??

  8. Milson disse:

    Essas creches porque roubaram o dinheiro todo. eram pra ta era todos presos.

  9. Júnior disse:

    Tomara que Bolsonaro ajude este governador a nomear os 1800 policiais formados no cfap que Flávio Dino apenas usou como propaganda política para se reeleger. Este governador não me engana!