Notícia

César Pires, Wellington e Adriano Sarney tentam barrar aumento para os professores

Os deputados de oposição César Pires (PV), Wellington do Curso (PSDB) e Adriano Sarney (PV) manobraram, na sessão de hoje na Assembleia Legislativa, para barrar a votação do reajuste salarial para os professores enviada pelo governador Flávio Dino.

O aumento de até 17,5% concedido pelo governo do Estado contempla todas as categorias de docentes, e manterá o Maranhão como o estado do Brasil que tem o maior salário para professores.

Talvez por isso, a oposição age como personificação do “quanto pior, melhor”, e tenta barrar o aumento.

Usando como pano de fundo uma falsa defesa dos professores, eles pediram vistas do projeto que seria votado hoje e prometem tumultuar a votação final do texto, que deve ocorrer na sessão de amanhã.

O blog recebeu o print do desabafo de um professor de Minas Gerais, que expôs a situação dos mineiros e fez um alerta aos docentes maranhenses. O relato prova que o Maranhão está anos luz à frente dos outros entes da Federação quando o assunto é valorização da educação.

Comentários estão desativados

2 respostas para “César Pires, Wellington e Adriano Sarney tentam barrar aumento para os professores”

  1. Luzia disse:

    Piada com os professores é o que esse governador comunista faz!!! Parabéns ao deputado Adriano pela autoria da emenda!!

  2. Joaquim disse:

    kkkkk. cuidado que comunista come criança.