Notícia

Jeisael se solidariza com Wellington: “política tem que ser feita de forma justa, leal e sem trairagem”

O comunicador Jeisael Marx (Rede), pré-candidato a prefeito de São Luís, mostrou grandeza, ontem durante entrevista ao Ponto Continuando, da Mais FM, ao se solidarizar com um possível adversário, o deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), que está tendo sua candidatura boicotada pelo presidente do partido, o senador Roberto Rocha.

“Eu entendo que cada batalha deve respeitar os seus limites. Em uma batalha como a eleição, não se pode aceitar nenhuma injustiça. Se Wellington for meu adversário, ele tem que disputar o voto do eleitor. Não é o senador que se acha dono do PSDB, que tem que impedir ele de disputar a eleição”, disparou Jeisael.

Ele classificou a situação como injustiça, falta de lealdade e desonestidade, já que RR já havia garantido para WC que ele seria o candidato do PSDB. “Então eu estou me colocando para entrar na política pensando em trilhar um caminho diferente, eu não posso aceitar que injustiças aconteçam, ainda que sejam contra adversários”, disse.

Jeisael informou que ligou para Wellington do Curso em solidariedade a essa situação, e pontuou que a política tem que ser feita de forma justa, leal e sem trairagem. Para o pré-candidato da Rede, se Wellington “tiver que perder a eleição, que ele perca disputando”.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.