Notícia

Fake news e ataques podem inviabilizar apoio de Wellington a Duarte

Traído pelo senador Roberto Rocha (PSDB), que tirou sua pré-candidatura a prefeito de São Luís, Wellington do Curso (PSDB) agora virou a moça cortejado pela maioria dos candidatos, já que está bem colocado nas pesquisas e possui grande recall das últimas eleições na capital.

Mas se tem um pré-candidato que possivelmente não será apoiado por WC é Duarte Júnior (Republicanos). Em março deste ano, o tucano denunciou, em discurso na Assembleia Legislativa, que um assessor do garoto mídia estava sendo investigado pela Polícia Federal por usar perfis fakes para lhe atacar nas eleições de 2018.

De posse de documentos, Wellington provou que dois ex-funcionários de Duarte no Procon criaram uma conta no Instagram para ridicularizá-lo. Revoltado em um discurso de mais de 20 minutos, o tucano demonstrou toda a sua fúria contra a covardia do republicano.

O episódio marcou o início de uma rivalidade entre ambos na Assembleia. Adeptos das redes sociais para pedir votos, eles disputam o mesmo nicho. Talvez por isso Duarte tenha tentado achincalhar Wellington em 2018, que respondeu e não deixou barato.

O entrevero deve ser o empecilho que inviabilizará um possível apoio de WC a Duarte. Afinal, seria muito incoerente se Wellington colocasse ao seu lado quem, há menos de dois anos, tentou lhe derrubar até na eleição para deputado estadual.

Veja o vídeo do discurso de Wellington:

Comentários estão desativados

Uma resposta para “Fake news e ataques podem inviabilizar apoio de Wellington a Duarte”

  1. Fernando disse:

    Leandro Miranda, tu vai pirar se Wellington apoiar Duarte júnior e não o candidato do teu chefe Weverton Rocha. Kkkkkkkk