Confusão no PSDB

Wellington diz que Braide mente quando fala de acordo

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) reagiu à explicação de Eduardo Braide (Podemos) sobre a rasteira que o partido tucano deu no seu parlamentar para apoiar a pré-candidatura do Podemos à Prefeitura de São Luís.

Ontem pela manhã, Braide afirmou que foi traído por Wellington, já que ambos tinham um acordo, desde 2018, que passava pelo tucano ser candidato a deputado federal em 2022.

Em entrevista ao Ponto e Vírgula, ontem à noite, Wellington desmentiu Braide. “Ele não fala a verdade quando diz que eu participei de acordo. Não participei, se existe é entre ele e o senador Roberto Rocha [Presidente do PSDB no Maranhão]”, afirmou.

WC disse que se alguém tem que ser chamado de traidor nesse imbróglio é o Roberto Rocha, que prometeu a candidatura tanto a ele, quanto a Braide.

O pré-candidato do Podemos reclamou também que Wellington não o atendia mais para resolver a situação com o PSDB. “Não atendo mais porque ele passou a fazer trairagem e covardia para retirar a minha candidatura”, explicou WC.

“Ele disse que o traído foi ele. É uma mentira, é uma inverdade. Ele está faltando com a verdade e mentindo. Ele ficava confabulando nos bastidores, de forma covarde e traiçoeira”, disparou Wellington contra Braide.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.