CRIME ELEITORAL

Neto Evangelista é vítima de ataque vocalizado por Duarte

Neto Evangelista, candidato a prefeito de São Luís pelo DEM, segue alvo de disparos em massa no WhatsApp

Alguns ataques buscam associar o ex-secretário de Flávio Dino (PCdoB) ao projeto do VLT que nunca saiu do papel.

Outros, seguem a linha vocalizada por Duarte Junior (Republicanos) no debate da Band, associando uma fala editada do adversário ao caso dos 18 salários na Assembleia Legislativa, que ganhou destaque na imprensa nacional em 2013.

O TSE publicou proíbe disparos em massa de mensagens com fins eleitorais em aplicativos como o WhatsApp.

Os candidatos que recorrerem ao recurso estão sujeitos a multa e investigação que pode resultar na cassação da chapa.

Qual sua opinião?