PRÉ-CAMPANHA

Se as eleições de 2022 fossem hoje?

Weverton Rocha (PDT), o político mais votado da história do Maranhão, estaria nas ruas de São Luis encerrando o primeiro turno com chave de ouro.

Carlos Brandão (Republicanos) estaria trancado em casa, isolado com covid-19, assim como seus principais cabos eleitorais.

Josimar de Maranhãozinho (PL) estaria nos municípios ao derredor da BR 316, torrando dinheiro para reverter o resultado das urnas.

E Roberto Rocha (PSDB), o “Asa de Avião”, mais uma vez escorregaria na pista da corrida eleitoral.

Comentários estão desativados

3 respostas para “Se as eleições de 2022 fossem hoje?”

  1. Augusto Ribeiro disse:

    Eu que pensei que o Maranhão andaria para frente ao se livrar da família Sarney. Triste de um Estado que saiu das mãos dos Sarney’s para cair nas garras de Weverton Rocha… Se fizer como fez com os recursos da UMES e da reforma PAGA sem obra feita do Costa Rodrigues, o Maranhão afunda de vez… Eita Maranhão sem sorte !!

  2. Gustavo disse:

    Se as eleições fosse hoje com certeza o Josimar de Maranhãozinho terminaria em primeiro lugar o primeiro turno. Conseguiu emplacar Duarte no segundo turno com toda estrutura e dinheiro que Weverton gastou e não conseguiu botar Neto Evangelista. Acho bem feito pra tua cara. Leandro Miranda!

  3. Gaules disse:

    Kkkkkkkkkkk passei aqui só pra deixar minha risada para o PDT de Weverton. Tão cegos e tontos…