Pela primeira vez

YouTube remove vídeo em que Bolsonaro defende tratamento sem eficácia contra a Covid

O Youtube removeu pela primeira vez um vídeo do canal de Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (19).

Trata-se de um episódio da live semanal do presidente transmitida no dia 14 de janeiro. No período, Manaus vivia um colapso do sistema de saúde pelo aumento de casos de Covid.

No vídeo, Bolsonaro, ao lado de Pazuello, defende a existência de um “tratamento precoce contra a doença.

O presidente afirma que o uso de hidroxicloroquina, azitromicina, ivermectina e zinco “deu certo” para reduzir mortes.

O YouTube informou, em nota, que expandiu suas políticas de desinformação médica sobre a Covid e está removendo vídeos que defendem tratamentos ineficazes. (O Antagonista)

Comentários estão desativados

Uma resposta para “YouTube remove vídeo em que Bolsonaro defende tratamento sem eficácia contra a Covid”

  1. junior disse:

    Por esse motivo que tem um jornalista que chama ele de maníaco da cloroquina.