Política

Rapidinhas do dia

Zap zap

O racha entre Roberto Rocha e o vice Brandão é coisa do passado. Pelo menos é o que o senador deixou claro, por esses dias, durante jantar com prefeitos em Brasília. A julgar pelo tom da conversa no WhatsApp que ele mostrou a convidados no convescote, Brandão já pode contar com o senador para governar o Maranhão após a saída de Flávio Dino do poder para concorrer ao Senado.

Palpiteiro

Zé Reinaldo em entrevistas recentes a uma TV de São Luís navalhou a bancada federal do Congresso Nacional. Enciumado com a derrota nas urnas em 2018, o quinto colocado na eleição de senador daquele ano afirmou que deputados e senadores maranhenses não discutem o que realmente importa para o estado, como a base de Alcântara, o Porto do Itaqui, as ferrovias e o Matopiba. Parece até ter ouvido o discurso da boca do aliado Roberto Rocha.

Troca partidária

O PDT deve ser o destino do comunista Marco Aurélio. O deputado estadual de Imperatriz optou por mergulhar depois da derrota para Assis Ramos na disputa pelo comando do município, aguardando o momento certo para se posicionar.

Multiplicais-vos

Flávio Dino, além de se preocupar com a própria eleição de senador, se esforçará para viabilizar os nomes de Márcio Jerry, Carlos Lula, Rodrigo Lago, Rubens Pereira Júnior, Duarte Júnior e Clayton Noleto na busca por cadeiras na Câmara Federal e na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.