Eleições 2022

No Maranhão, todo mundo é Lula

Se depender dos políticos maranhenses, o ex-presidente Lula (PT) terá no estado a maior votação proporcional do país nas eleições de 2022. É que até quem sempre foi historicamente de ideologia contrária a ele, anda fazendo o “L” do petista em foto para tirar uma casquinha.

Foi o caso do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), ontem, durante almoço com líderes do PT no Maranhão. Histórico tucano raiz, dos que sempre viram Lula e seus auxiliares como os piores inimigos do Brasil, ele fez o “L” para tentar angariar o apoio dos petistas à sua pré-candidatura. Mesmo seu partido tendo como postulante à Presidência o governador de São Paulo João Doria (PSDB).

Outro nome que busca apoio de Lula e que tem dentro do seu partido um pré-candidato à Presidência é o senador Weverton (PDT), que inclusive deve ser o escolhido do petista para concorrer ao governo do Estado, e fará palanque duplo no Maranhão, já que a sua sigla abrigará Ciro Gomes (PDT). Weverton deve repetir o que Flávio Dino fez em 2014, quando apoiou Dilma (PT), Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB).

Ainda sem pré-candidatura definida, Roseana (MDB) é outro nome que, se disputar, apoiará Lula para a Presidência.

O ex-prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PSD) também deve ter em seu palanque o ex-presidente petista. As conversas nacionais para que seu partido apoie Lula estão adiantadas.

No Maranhão, não causará espanto se até um bolsonarista andar elogiando Lula. A popularidade do ex-presidente parece estar acima de qualquer ideologia.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.