DISCURSO

A deferência de Lula a Márcio Jardim

Durante discurso em evento na cidade de Fortaleza-CE, o ex-presidente comentou sobre a importância de as pessoas terem sensibilidade com os problemas sociais, como a fome por exemplo.

“Você está conversando com uma pessoa que está com fome, se ela não se queixar você não sente, a dor é interna. Eu agora me sinto quase que nada quando passo na rua e vejo um cara com cartaz pedindo comida”, comentou Lula

Lula disse ainda que antes era muito difícil andar pelas ruas usando camisa vermelha, pois “eles” criaram muita coisa e fizeram ameaças à sociedade.

O líder petista destacou que durante um evento no Maranhão, o hoje secretário de Comunicação de Maricá-RJ e membro da direção do PT, Márcio Jardim, foi hostilizado por uma mulher pelo simples fato de estar vestido com uma camisa vermelha. A mulher teria dito que Márcio só poderia ser maranhense e que o povo do Estado não tem nem o que comer.

“Eles criaram um clima de medo na sociedade, mas nós não podemos ter medo. Nesse país não devemos ter medo dos milicianos, mas sim do povo brasileiro, pois não é correto que eles não saibam o que a gente pensa”, disse Lula

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.