DESRESPEITO

Roberto Rocha desrespeita a memória de Maria Aragão em post no facebook

Durante as manifestações alusivas à Semana da Pátria, o senador Roberto Rocha discursou para bolsonaristas na Praça Maria Aragão.

Logo após o discurso, o senador “Asa de Avião” foi para as redes sociais e fez um post com ataques à honra da renomada médica maranhense.

“Na condição de cidadão maranhense, não como senador, falei aos meus conterrâneos neste inesquecível 7 de setembro, na praça Maria Aragão. Provavelmente, algum comunista poderá dizer que estamos louvando o comunismo. Maria Aragão era brasileira e patriota. Entre o Brasil e Venezuela, ou Cuba, ou Coreia do Norte, com quem ela ficava? Será que ela ficaria com aqueles que levaram seu povo a falência (sic.) e fome? Claro, neste caso, só se fosse efeito de maconha estragada”, publicou o parlamentar.

Maria Aragão foi uma figura maranhense histórica na luta contra o fascismo tanto defendido pelos ideais bolsonaristas que hoje cercam o senador.

A trajetória de Maria Aragão foi marcada por sua militância. Mulher negra, formou-se médica pela Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro, e foi presidente Partido Comunista do Brasil, além de ter sido perseguida pela ditadura militar. Até hoje é referência para movimentos sociais do Maranhão e do país. Nos anos 2000, a Praça Maria Aragão foi projetada por Oscar Niemeyer em sua homenagem.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.