SILÊNCIO

Bolsonaristas silenciam após arrego do presidente

O presidente Jair Bolsonaro divulgou nota ontem (9) afirmando que os ataques que fez contra o STF foram no “calor do momento”.

As “desculpas” do presidente repercutiram pelo país, pois até Michel Temer foi chamado por ele para ajudar a acalmar os ânimos com o ministro Alexandre de Moraes, principal alvo do “Mito”.

Mesmo diante de toda a repercussão, nenhum membro do clã bolsonarista se posicionou acerca da “arregada” do Messias.

Nomes como o senador Roberto Rocha, o deputado federal Aluísio Mendes, o prefeito de São Pedro dos Crentes, Lahésio Bonfim, o deputado federal pastor Gildenemyr e a empolgada deputada Mical Dasmasceno, até o momento não deram um “pio” sobre o recuo do chefe.

Aliados de Bolsonaro no Maranhão conseguiram assimilar o “Game Over” de ontem?

Só o tempo dirá.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.