indecisão

Flávio Dino mais perdido que cego em tiroteio

A seis meses de descer a escadaria do Palácio dos Leões, Flávio Dino manda subordinados insuflarem novamente a pré-candidatura de Felipe Camarão ao governo, ‘rasgando’ os termos da carta redigida por ele e assinada pelos pré-candidatos Carlos Brandão, Josimar Maranhãozinho, Simplício Araújo e Weverton Rocha em julho deste ano.

Das três, uma: o governador não confia no vice, não está satisfeito com o resultado das pesquisas ou pretende criar empecilhos para lá na frente barganhar com Brandão.

Ou, quem sabe, a razão para tanto desespero seja o conjunto das sentenças acima.

Dino não é mais o mesmo. Nem na forma, muito menos no conteúdo.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.