Fenômeno

Tempestade de areia em Grajáu é culpa do oceano

A tempestade de areia, que agitou a cidade de Grajaú na sexta-feira, foi culpa das águas. Segundo especialistas, o fenômeno pode ter sido causado pelo período seco e anomalias que têm ocorrido no Oceano Atlântico.

Este tipo de tempestade é comum por conta do período seco, em que os ventos podem ser mais fortes e fazem a poeira levantar, explica o meteorologista da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Hallan Cerqueira.

“Essa anomalia no Oceano Atlântico tem causado isso. O oceano tem enviado umidade para algumas regiões e causando esse tipo de fenômeno, o que não é normal nesse período do ano”, afirmou o especialista.

Outros fenômenos da natureza atingiram municípios do Maranhão, a exemplo de Imperatriz, que passou por uma chuva de granizo, e Caxias que apresentou chuvas anormais.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.