Perseguições

Assis Ramos rebate fake news sobre prisão

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (União Brasil), rebateu as fake news de que teria sido alvo de um pedido de prisão preventiva, por suposto crime de corrupção, como resultado de uma investigação da Polícia Civil e Ministério Público.

As notícias falsas, originárias do Palácio dos Leões, foram compartilhadas pela mídia alinhada aos interesses do governo do estado. Assis Ramos foi escolhido por ser aliado do senador Weverton Rocha (PDT), que vem liderando as últimas pesquisas de intenções de voto.

“Lamentável que blogueiro diretamente ligado a pessoa do núcleo do Governo Brandão divulgue falsa notícia envolvendo meu nome. Não quero acreditar no que me dizem, que só pelo fato de não me dobrar ao Palácio dos Leões esteja sofrendo tanta perseguição. Avante, com fé em Deus vamos enfrentar de cabeça erguida, pois quem não deve não teme”, disse o prefeito pelas redes sociais. 

Essa não é a primeira vez que o prefeito de Imperatriz, segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, foi vítima dos ataques palacianos. Ainda quando o ex-governador Flávio Dino (PSB) comandava o Executivo Estadual, Assis Ramos denunciou diversas casos em que foi vítima de perseguição política. 

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: