Sem previsão

Marinha e MPF mantêm ferry velho inativo

O ferryboat paraense de “alto padrão” José Humberto continua encalhado e sem previsão de iniciar as atividades. A última fiscalização realizada pela Marinha do Brasil e pelo Ministério Público Federal (MPF) atestou que a embarcação não tem condições de navegabilidade. 

Em nota divulgada esta semana, a Capitania dos Portos voltou a ressaltar as “discrepâncias” na documentação e nas condições estruturais do ferry, irregularidades confirmadas também pelo MPF. 

Já se passaram mais de 20 dias da chegada do ferry em águas maranhenses e, até momento, a balsa não entrou em operação. 

Logo nos primeiros dias da estadia do José Humberto em São Luís, a Agência Estadual de Mobilidade Urbana (MOB) informou que, em pouco tempo, o “novo” ferry realizaria a travessia Ponta da Espera / Cujupe, mas as pessoas que dependem desse meio de transporte, até o momento, aguardam por este dia.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: