Falsas promessas

Gestão Dino/Brandão não cumpriu mais da metade das promessas de campanha

Além de aumentar a pobreza no Maranhão, reduzindo os indicadores econômicos e sociais do estado, o governo de Flávio Dino e Carlos Brandão não cumpriu metade das promessas da campanha feitas em 2018.

Conforme o levantamento do portal G1 Maranhão, em três anos e meio de mandato, apenas 36% das promessas foram cumpridas. Para a realização do estudo, foram considerados um total de 57 compromissos assumidos nas áreas de direitos humanos e sociais, economia, infraestrutura e segurança pública (veja aqui).

O levantamento deixa claro que o governo iniciado por Flávio Dino e continuado pelo tampão Carlos Brandão falhou nas mais diversas áreas e os problemas podem ser vistos de forma cristalina.

Hoje, mais da metade das famílias maranhenses vivem na pobreza, conforme as últimas pesquisas divulgadas pelo IBGE e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). São pessoas que dependem unicamente do auxílio do governo federal para ter um prato de comida em suas casas. 

Em 2015, da sacada dos Palácio dos Leões, Flávio Dino prometeu que nenhuma cidade maranhense estaria no rol das mais pobres do Brasil. Atualmente, 40 dos 50 municípios mais pobres do país estão no Maranhão. 

São diversos fracassos retumbantes que estão agora sob a responsabilidade do governador-tampão Carlos Brandão, que se limita a distribuir milhares de cestas básicas às vésperas das eleições como política de combate à fome no estado empobrecido por Flávio Dino. 

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: