FATURAMENTO

O verdadeiro Imperador do Maranhão

Eduardo DP, da Construservice, nem de longe merece o título de “Imperador” da gestão dino-brandonista.

Os negócios do empresário, que ganhou notoriedade nacional, nas últimas semanas, por causa de um “pixuleco” junto à Codevasf do governo de Jair Bolsonaro, não chegam nem perto dos contratos assinados com à Qualitech entre 2020 e 2022.

Nos últimos dois anos, a empreiteira do advogado Fred Campos garantiu R$ 570.294.673,69 em contratos com diversas secretarias do governo estadual. A construtora de Codó abocanhou “apenas” R$ 102.215.680,72 no mesmo período.

Até a pequena Ágil Construções, localizada no Vinhais, em São Luís, “sobrevoou” as secretarias as dinistas para construir faturamento de R$ 147 milhões.

Definitivamente, Eduardo DP perdeu a coroa para Fred Campos.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: