Bolsonaro no Maranhão

Senadores pedem que Eduardo Nicolau investigue passagem de Bolsonaro pelo Maranhão

A bancada do PT no Senado enviou uma representação ao Ministério Público do Maranhão (MP), comandado por Eduardo Nicolau, pedindo que seja investigada a eventual omissão de órgãos de fiscalização e de policiamento durante uma motociata do presidente Jair Bolsonaro (PL) em Imperatriz, realizada na semana passada.

Os parlamentares destacam que tanto o presidente quanto a pessoa na garupa de sua motocicleta não usaram capacete, o que configuraria infração de trânsito gravíssima.

Essa não foi a primeira vez em que Bolsonaro não faz uso do equipamento de segurança ao andar de moto. Em várias outras motociatas, não apenas o presidente mas também os participantes do evento não usam o capacete. 

“É possível observar que estas autoridades ficam inertes durante esses eventos, não sendo lícito nem correto que o presidente da República e seus apoiadores presentes se beneficiem da omissão desses agentes públicos”, afirmam os senadores, citando os deveres da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar e de guardas municipais, além da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes de Imperatriz.

A representação é assinada pelos senadores petistas Paulo Rocha (PA), Humberto Costa (PE), Fabiano Contarato (ES), Jaques Wagner (BA), Jean Paul Prates (RN) e Rogério Carvalho (SE) e pela senadora do Pros Zenaide Maia (RN).

Com informações da Folha de São Paulo

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: