Crise

Travessia São Luís/Cujupe conta apenas com dois ferryboats

O serviço de transporte via ferryboat, que já era deficitário, fica a cada dia pior. A Agência Estadual de Mobilidade Urbana (MOB) informou que a partir desta terça-feira, 12, apenas duas embarcações farão a travessia entre a Ponta da Espera, em São Luís, e o Porto do Cujupe, em Alcântara.  

Isso porque uma das embarcações, a Baía de São Marcos, será retirada de operação para manutenção preventiva. Dessa forma, apenas dois ferryboats serão utilizados para atender toda a população da baixada maranhense o que, evidentemente, trará muitos transtornos, inclusive às pessoas que já adquiriram antecipadamente as passagens. 

Na semana passada, o Ministério Público Federal (MPF) recomendou a retirada da circulação do ferry velho José Humberto, a balsa apresentada como de “alto padrão” pelo governador-tampão Carlos Brandão (PSB) que a MOB insistiu em colocar em atividade mesmo sem o barco apresentar as condições adequadas de navegabilidade.

Ao que tundo indica, a crise no transporte aquaviário de passageiros está longe do fim, surgindo a cada dia um novo capítulo dessa história.

 

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: