Eleições 2022

Justiça suspende pesquisa irregular do Instituto Veritá

A Justiça Eleitoral suspendeu a divulgação de uma pesquisa de intenção de votos do Instituto Veritá para o Governo do Maranhão. O levantamento, que seria divulgado nesta segunda-feira, 19, continha irregularidades no plano amostral com discrepâncias entre os dados informados na pesquisa e aqueles fornecidos pelo TSE. 

Em sua decisão, o juiz Luis Fernando Xavier Guilhon Filho afirmou ser possível verificar que os dados disponibilizados relativos a gênero e idade dos eleitores, atualizados até o mês de agosto deste ano pelo TSE, divergem daqueles adotados no plano amostral da pesquisa.

“É necessário que o Instituto Representado esclareça as razões científicas de utilizar dados do TSE relativos ao mês de maio de 2022 para a pesquisa iniciada em setembro de 2022, embora o Tribunal Superior Eleitoral disponibilize dados atualizados até agosto de 2022. Ademais, a divergência entre tais dados é inclusive superior à margem de erro prevista (três pontos percentuais), podendo causar impacto no resultado final da pesquisa”, disse o magistrado no despacho.

O juiz eleitoral determinou a suspensão da divulgação da pesquisa sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil caso a ordem seja descumprida. 

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: