Acordos

Lula vem obrigado ao Maranhão

O ex-presidente Lula (PT) estará nesta sexta-feira, 2, em São Luís, não por vontade própria, mas sim obrigado em virtude da aliança nacional entre o PT e PSB para as eleições de outubro. 

Foi o próprio coordenador nacional da campanha de Lula, Gilberto Carvalho, que fez a revelação durante reunião com os petistas maranhenses na quarta-feira, 31. Lula ainda relutou muito para desembarcar no estado em virtude da divisão do partido. 

Hoje, as liderança históricas do PT, além dos principais movimentos que representam os trabalhadores rurais, quilombolas, indígenas e outras minorias, apoiam a candidatura de Weverton Rocha (PDT) ao governo. Já outra ala menos representativa do PT aderiu à reeleição de Carlos Brandão (PSB). 

“Lula relutou muito antes de vir ao Maranhão, ficou pensando se era o caso ou não. Mas ele veio porque ele tem um princípio: teve um acordo ele cumpre o acordo. O PSB colocou a fatura e ele não titubeou, como foi ao Pernambuco, como foi à Paraíba. Então, ele veio também pela relação histórica com Flávio Dino, até dos tempos do PCdoB”, frisou Gilberto Carvalho.

As suas palavras deixam claro ainda que Lula não estará no estado por Carlos Brandão, que muito provavelmente conheceu pessoalmente apenas este ano.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: