apelação

Com a benção de Sarney e da Mirante, ex-Ibope forja cenários para favorecer Brandão

O Ibope mudou de nome, mas segue trazendo números ao gosto do pagante.

Divulgada na noite deste sábado (01), a pesquisa contratada pela televisão dos Sarney forja a liderança do governador-tampão Carlos Brandão (PSB), insuflando ainda a possibilidade de um segundo turno com Lahesio Bonfim (PSC) – coisa que nem os aliados do ex-prefeito de São Pedro dos Crentes acreditam.

Dentro dos nove pontos percentuais possíveis, somando margem de erro e nível de confiabilidade, o levantamento mostra Brandão com 48%; Lahesio e Weverton teriam, respectivamente, 23% e 22%.

O Ipec busca contemplar todos os cenários possíveis dentro da margem de erro: desde um impossível primeiro turno a um segundo round entre o senador pedetista e o governador-tampão.

Mais: busca inflar a candidatura de Lahesio, pois o Palácio dos Leões considera este mais fácil de ser vencido.

Velho conhecido do eleitor do Maranhão, o Ipec – ex-Ibope – tem um histórico de equívocos em eleições no estado. O próprio Brandão já foi alvo do instituto nas duas vezes em que concorreu ao cargo de vice-governador na chapa de Flávio Dino (PSB).

Aliás, a depender do instituto consorciado com a Mirante, Roseana Sarney (MDB) seria eleita governadora em 2006 contra Jackson Lago, assim como Lobão Filho (MDB) em 2014. O resultado todos conhecem.

Noutros tempos, Dino costumava dizer que o “Ibope nada acerta por aqui”. O primeiro hoje está no palanque da oligarquia que tanto condenava. O segundo apenas alterou o CNPJ.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: