Desvios

Empreiteira maranhense está envolvida em fraudes de R$ 1 bilhão em licitações, aponta TCU

Uma auditoria do TCU (Tribunal de Contas da União) revelou indícios da ação de um cartel de empresas de pavimentação em fraudes a licitações da estatal federal Codevasf que somam mais de R$ 1 bilhão, conforme revelou o jornal Folha de São Paulo no início da semana. 

De acordo com o levantamento, a construtora maranhense Engefort é a principal beneficiada do suposto esquema, vencendo editais com indícios de fraude que somam R$ 892,8 milhões.

As investigações mostraram que a empreiteira maranhense dominou as licitações da estatal em 2021 e em parte delas usou a empresa de fachada Del, o que foi confirmado pelos técnicos do Tribunal.

A auditoria apurou que houve expressivo aumento do volume licitado, tanto em lotes como em recursos, e, ao mesmo tempo, ocorreu redução da concorrência e uma diminuição abrupta do desconto médio nas licitações entre 2019 e 2021.

As situações mais graves foram detectadas no ano passado. Nas 50 licitações que venceu em 2021, a Engefort deu em média um desconto de apenas 1%, o que foge do padrão de mercados em que há competitividade normal.

Continue aqui.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: