notas

Rapidinhas da segunda

Tu vens

Senador eleito pelo PSB, Flávio Dino de Castro e Costa diz a aliados que será anunciado como o próximo ministro da Vingança, ops, Justiça do governo de Luiz Inácio Lula da Silva. A confirmação, segundo o socialista, deve acontecer na primeira semana de dezembro.

Fecha a conta

Dino e Carlos Brandão reúnem nesta semana para decidir sobre os espaços do PSB e da federação formada pelo PCdoB, PT e PV na reforma administrativa anunciada pelo governador para o final de janeiro. A eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão e a indicação de nome para suceder o conselheiro Edmar Cutrim no Tribunal de Contas do Estado também estão na pauta.

Papai noel

Liderança comunitária de São José de Ribamar, o jornalista e advogado Guilherme Mulato promete doar 150 prêmios na ação social denominada “Natal do Povo Ribamarense”. Dentre os prêmios, será sorteada uma casa, doada pelo deputado estadual Glauberth Cutrim. O sorteio ocorre no próximo dia 17 de dezembro.

Alinhamento

Com aliados de Dino e Brandão divergindo sobre o modelo educacional a ser adotado no estado a partir de 2023, o nome do vice-governador eleito Felipe Camarão volta a ser cotado para reassumir a Secretaria de Educação do Maranhão, atualmente comandada por uma aliada do ex-prefeito Luís Fernando Silva.

Do litoral ao sertão

Durante a campanha, Brandão prometeu adotar o modelo de escolas militares no estado. Dinistas discordam do método e defendem o legado dos IEMAs e das Escolas Digna, consideradas com melhor resultado educacional.

Ascensão

Daniel Itapary Brandão, sobrinho do governador relacionado ao esquema de suborno na Secretaria de Educação que resultou em um assassinato na área nobre de São Luís, foi aprovado em cadastro reserva no último concurso da Polícia Civil do Maranhão para a vaga de escrivão. Nos bastidores do Palácio dos Leões, são fortes os rumores sobre uma possível indicação do “rapaz careca” para ficar com o gabinete de Edmar Cutrim no TCE.

Todo Poderoso

Nomeado em maio deste ano no lugar de Danilo Moreira da Silva, Marcio Ribeiro Machado é quem, efetivamente, manda na Secretaria de Educação. Com mais de cem demandas judiciais entre o Maranhão e o Piauí, o subsecretário é o mandachuva financeiro da pasta, com poderes de priorizar pagamentos de empresas e definir o valor de gratificações de servidores efetivos e comissionados.

Companheiros

A militância do PT no estado reclama por não ser convidada a participar do encontro que ocorre em primeiro de dezembro na Fetaema, para discutir “eleições e perspectivas para o Maranhão e para o Brasil” com a presença de petistas graduados e membros do Instituto Lula.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: