BAIXA

Coronel envolvido no Carandiru desiste de cargo em ministério de Dino

O Coronel Nivaldo César Restivo, da Polícia Militar de São Paulo, declinou do convite feito pelo futuro ministro da Justiça e Segurança, Flávio Dino (PSB), para que assumisse a Secretaria Nacional de Políticas Penais.

A pressão em torno de seu nome aumentou depois que o ainda presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), concedeu indulto natalino a envolvidos no massacre ocorrido no antigo presídio paulistano. O “Massacre do Carandiru” terminou com mais de 100 detentos mortos.

Dino enfrentou desgaste com a própria equipe de transição, movimentos ligados aos Direitos Humanos e dirigentes do Partido dos Trabalhadores.

Esta é a segunda baixa no novo Ministério da Justiça e Segurança Pública antes mesmo do novo governo tomar posse.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: