DEVO, NÃO NEGO...

Dívida deixada por Flávio Dino chega a R$ 770 milhões

A União vem honrando, desde 2020, com as parcelas não pagas pelo Estado do Maranhão de um empréstimo junto ao Bank Of América (BofA).

Deixando de quitar as parcelas do crédito obtido ainda no governo de Roseana Sarney, Flávio Dino fez o ente federal arcar com os custos de 280 milhões de reais, enquanto fiador do acordo financeiro.

Neste ano, já sob a gestão de Carlos Brandão – que também não cumpriu com os pagamentos – a União honrou dívida no valor de R$ 336,99 milhões, pago no mês de agosto, R$ 52,38 milhões pagos no mês de setembro, R$ 50,58 milhões pagos no mês de outubro e R$ 50,11 milhões pagos em novembro.

Com isso, a dívida do Maranhão com a União somou mais R$ 490,33 milhões somente em 2022, atingindo marca superior a 770 milhões de reais.

Após a nova parcela honrada pela União, o Maranhão alcançou o quarto lugar no ranking dos estados que mais possuem dívidas honradas pelo Tesouro Nacional, ficando atrás apenas de Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás.

Comentários estão desativados

Uma resposta para “Dívida deixada por Flávio Dino chega a R$ 770 milhões”

  1. a revolução dos bichos disse:

    RSSE CUBA DA ODEBRECHT É UM LADRÃO DESCARADO, UM FASCISTA TRAVESTIDO DE DEMOCRATA!

%d blogueiros gostam disto: