IBGE

Quase 1 milhão e meio de maranhenses vivem na extrema pobreza

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quase um milhão e meio de maranhenses convivem face a face com a fome.

Segundo os dados do instituto, o Maranhão é o estado da federação com a maior proporcionalidade de habitantes em situação de extrema pobreza. 8,4% dos extremamente pobres do país moram no Maranhão.

A informalidade é outro fator que leva a renda dos maranhenses para os piores níveis possíveis. 26% da força de trabalho ocupado no Maranhão não possui sequer o ensino fundamental completo.

Isso faz com que o trabalhador maranhense tenha o segundo menor salário entre todos os Estados do país. Em 2021, o trabalhador no Maranhão ganhava R$ 1.452, superando apenas o Estado do Piauí (R$ 1.409).

Sinal de que as políticas públicas adotadas nos últimos anos surtiram pouco ou nenhum efeito prático no que tange o combate à pobreza.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: