PEC da Transição

Weverton cobra “responsabilidade cívica” da oposição a Lula

O senador Weverton (PDT-MA) defendeu na sessão desta quarta-feira (7) no Senado que a oposição tenha responsabilidade cívica com o futuro governo.

“Nós, que integramos a oposição ao governo Bolsonaro, em momento algum adotamos a política do quanto pior, melhor. Todas as matérias importantes para o país nós aprovamos. Sabíamos a agenda difícil que o Brasil estava vivendo. Desta mesma forma, quando se iniciar o novo governo, nós esperamos a responsabilidade cívica de quem será oposição para ajudar a agenda do país.

Não se tratam de pessoas e sim de famílias, de gente que está precisando de respostas claras do Congresso Nacional”, explicou o parlamentar.

O parlamentar participou das discussões da PEC da Transição (PEC 32/2022). A proposta foi sugerida ao Senado pelo governo eleito, com o objetivo de contemplar programas sociais que não estão incluídos no Orçamento, garantindo ainda a continuidade do pagamento de R$ 600 do Auxílio Brasil e o aumento do salário mínimo.

De acordo com o texto, R$ 198 bilhões ficarão fora do teto de gastos pelo prazo de quatro anos para serem usados em programas sociais e no aumento real no valor do salário mínimo.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: