PROTAGONISMO

Lira, Pacheco e Dino serão protagonistas em Brasília, avalia Congresso

A partir de 1º de fevereiro, a Câmara dos Deputados e o Senado Federal ganham uma nova formação, com a investidura dos eleitos e reeleitos em 2022 e a saída daqueles que não obtiveram êxito.

Para medir o nível de protagonismo dos atores que estarão no Congresso Nacional pelos próximos quatro anos, o Painel do Poder (ferramenta de análise do site Congresso em Foco/UOL), pediu a 70 parlamentares que dessem notas de 1 a 5 aos colegas de Câmara e Senado, quanto ao destaque que consideram que cada um terá.

Arthur Lira (PP-AL) e Rodrigo Pacheco (PSD-MG) lideram a lista, com médias de 4,44 e 3,68 pontos – respectivamente.

Os presidentes da Câmara e do Senado não devem ter dificuldades em suas reeleições.

Curiosamente, o terceiro colocado é o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB-MA), com média de 3,52.

Dino não assumirá o mandato senatorial neste primeiro momento, já que ocupa lugar na Esplanada dos Ministérios de Lula.

Enquanto outros nomes ligados ao governo de turno vem logo abaixo do senador eleito pelo Maranhão, bolsonaristas como Damares Alves (Republicanos-DF), Nikolas Ferreira (PL-MG) e Hamilton Mourão (Republicanos-RS) ocupam o final da fila.

Ou seja, na visão dos próprios parlamentares, o espaço do bolsonarismo será de figuração no Congresso.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: