Bolsonaro ignora relatório da Abin que projeta 5,5 mil mortes em 15 dias por conta do coronavírus - Marrapá

Destaque

Bolsonaro ignora relatório da Abin que projeta 5,5 mil mortes em 15 dias por conta do coronavírus

Relatórios sigilosos da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) projetam que o Brasil terá 5,5 mil mortos por coronavírus até o dia 6 de abril, ou seja, em duas semanas. De acordo com o Intercept Brasil, o presidente Jair Bolsonaro recebeu a pesquisa, assim como outros agentes do governo federal.Continua depois da publicidade

Contudo, o pronunciamento do ex-capitão nesta terça-feira (24) mostra que Bolsonaro escolheu ignorar a gravidade dos números apresentados pela agência. Em rede nacional, presidente voltou a dizer que há uma “histeria” no país e que coronavírus é apenas uma “gripezinha”.

Bolsonaro tem apostado em estratégias semelhantes do presidente norte-americano Donald Trump e, mesmo sabendo da quantidade de pessoas que poderiam morrer nos próximos dias, tem defendido o fim do isolamento como forma de “salvar” a economia.

A Abin é comandada pelo ministro Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), uma das vítimas do coronavírus após a viagem do presidente aos EUA. “Coréia do Sul, Irã e China conseguiram mudar a direção da reta, provavelmente depois da adoção de medidas de contenção”, avalia a Abin no documento mais recente, finalizado nesta segunda (23).

O documento também deixa claro que “a taxa de letalidade no Brasil ainda é baixa quando comparada a outros países e aos dados da Organização Mundial da Saúde – OMS”, mas que “é importante considerar que o país se encontra no início da epidemia”. (Folha Impacto)

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.