Comando da PM vai apurar caso de filho de coronel liberado em blitz - Marrapá

Destaque

Comando da PM vai apurar caso de filho de coronel liberado em blitz

A Polícia Militar do Maranhão e a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP-MA) estão apurando a denúncia de que o filho do coronel da PM, Marco Antônio Terra, foi liberado de uma blitz em São Luís. Além disso, o rapaz deixou a barreira policial dirigindo uma viatura da própria corporação, que estava sem a identificação da PM.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, e o comandante geral da PM, coronel Ismael Fonseca, o caso está sendo apurado com todo rigor.

Em nota, a PM disse “que determinou a imediata abertura de procedimento administrativo para apuração dos fatos e adoção das providências legais e administrativas cabíveis”.

O caso ocorreu no dia 4 de dezembro, mas só chegou ao conhecimento do Comando Geral da PM e da SSP esta semana.

O filho do coronel, que não teve a sua identidade revelada, foi abordado por policiais quando dirigia uma caminhonete. Depois de mostrar os documentos, os policiais descobriram que o rapaz não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Além disso, os PMs também viram que o veículo que o rapaz conduzia pertencia à própria Polícia Militar, pois o adesivo que deveria estar colado no carro havia sido arrancado.

Os policiais militares já estavam prontos para encaminhar o filho do coronel para a delegacia, mas ele foi liberado e saiu dirigindo o carro da PM que estava descaracterizado.

Antecedente

O coronel Marco Antônio Terra já foi alvo de investigação em 2017. Ele agrediu uma soldado da PM nas dependências do Comando Geral, em São Luís.

Segundo a delegada titular Wanda Moura, Terra mantinha um relacionamento amoroso com a vítima. Até hoje o inquérito não foi divulgado e o coronel não sofreu nenhuma punição.