Patetice do dia: Fiasca movimento sarnopetista em defesa da corrupção na Petrobras

Na tarde desta sexta-feira (13), o movimento capitaneado pelo ficha-suja Raimundo Monteiro, presidente estadual do PT no estado, tirou a paz dos comerciantes e frequentadores da Rua Grande, no Centro de São Luís. Na tentativa de blindar a presidenta Dilma Rousseff dos protestos que serão realizados no próximo domingo, sarnopetistas insuficientes para encher uma Kombi gritavam palavras de ordem em ‘defesa da Petrobras’, estatal transformada pelos governos Lula e Dilma em uma indústria de escândalos e corrupção. Um transeunte incomodado com o tumulto arrancou o microfone das mãos do líder sarnopetista e questionou: “Por que diabos vocês não vão defender a Petrobras lá no terreno abandonado da Refinaria de Bacabeira?” Constrangido, o grupo também formado por membros da CUT e do MST se fez de desentendido, seguindo em frente com a marcha na defesa da impunidade. Na tarde desta sexta-feira (13), o movimento capitaneado pelo ficha-suja Raimundo Monteiro, presidente estadual do PT, tirou a paz dos comerciantes e frequentadores da Rua Grande, no Centro de São Luís. Na tentativa de blindar a presidenta Dilma Rousseff dos protestos que serão realizados no próximo domingo, sarnopetistas insuficientes para encher uma Kombi gritavam palavras de ordem em ‘defesa da Petrobras’, estatal transformada pelos governos Lula e Dilma em uma indústria de escândalos. Um aposentado incomodado com o tumulto do movimento arrancou o microfone das mãos do locutor e questionou: “Por que diabos vocês não vão defender a Petrobras lá no terreno abandonado da Refinaria de Bacabeira?” Constrangido, o grupo também formado por membros da CUT e do MST se fez de desentendido, seguindo em frente com a marcha em favor da corrupção e da impunidade.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.