casos de família

Irmã de Brandão foi indicada por Eduardo Nicolau para integrar Comissão de Gestão Ambiental do MPE

A irmã mais nova do governador Carlos Brandão (PSB), Roseane Brandão Pantoja, foi indicada pelo atual procurador-geral de Justiça, Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, como integrante da Comissão de Gestão Ambiental do Ministério Público do Estado do Maranhão.

A informação consta na portaria de número de 58082021, assinada eletronicamente por Nicolau no dia 17 de agosto de 2021.

Roseane, de acordo com a portaria 60562022, assinada eletronicamente no dia 07 deste mês pela subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Administrativos, Regina Maria da Costa Leite, é ocupante de cargo comissionado na estrutura administrativa do MPE.

A irmã do governador ocupa cargo comissionado no Ministério Público, de acordo com o que foi apurado, desde 2012. No entanto, só alcançou cargos de maior relevância, como a Coordenação de Administração, o qual ele exerce atualmente, após a chegada de Nicolau no comando da instituição.

O atual procurador foi nomeado, em duas oportunidades, pelo ex-governador Flávio Dino (PSB) e pelo próprio Carlos Brandão, este ano. Na semana passada, o jornalista Clodoaldo Corrêa publicou outra informação exclusiva, desta vez revelando que Nicolau possui negócios com o Estado através de um aluguel de um prédio de sua propriedade que está sediando a Defensoria Pública do Estado do Maranhão no município de São José de Ribamar, na região metropolitana de São Luís.

O valor global do contrato de aluguel é de R$ 480 mil.

O procurador-geral de Justiça foi recentemente denunciado ao Conselho Nacional de Justiça pelo prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (União Brasil).

Ramos acusa Nicolau de abuso de poder e perseguição política pelo fato dele ser oposição ao grupo de Dino/Brandão.

O prefeito, no documento encaminhado ao CNMP, anexou, inclusive, uma série de fotos, por exemplo, que mostram a intimidade que Nicolau possui com o ex e o atual governador.

Deixe um comentário