Murad diz que João Alberto forjou certidões para indeferir candidatura de Andrea

Roberto CostaA chapa encabeçada pela deputada estadual Andrea Murad para a presidência do diretório estadual do PMDB foi indeferida pela comissão eleitoral do partido.

A decisão foi comunicada à imprensa manhã desta terça-feira (27) pelo senador João Alberto, adversário dos Murad na disputa, sob a alegação de que três membros da chapa “Renovar para crescer” não pertenciam aos quadros da legenda.

O senador também apontou fraudes na formação da chapa adversária e confirmou que Andrea Murad não pagou as contribuições mensais devidas ao partido, portanto não estaria apta a votar nem ser votada.

No Facebook, Ricardo Murad estrebuchou contra a decisão, acusando o grupo de João Alberto de usar certidões falsas para indeferir pedido de registro da chapa “Renovar para Crescer”.

Nos documentos fornecidos pelo senador à imprensa, os nomes de Wellington Oliveira Araújo e Maria da Piedade Rodrigues, ambos da chapa de Andrea, não constam como filiados do PMDB. Já as supostas certidões apresentadas por Ricardo confirmam que os dois fazem parte da sigla.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.