blefe

Roseana, o MDB e a volta dos que não foram

Depois de reafirmar pela milésima vez o interesse de buscar uma cadeira na Câmara Federal, a ex-governadora Roseana Sarney apareceu, na noite desta segunda-feira (17), ao lado de meia dúzia de correligionários para tentar convencer sabe-se lá quem de que é pré-candidata à sucessão de Flávio Dino (PSB).

Presidente estadual do MDB, a filha de Sarney posou para foto ao lado de alguns aliados no luxuoso Edifício Murano. No Instagram, um texto publicado no perfil oficial do partido informa que a executiva no Maranhão quer a “manutenção da pré-candidatura de Roseana ao governo do Estado, considerando que ela lidera todas as pesquisas realizadas e tem o nome consolidado em todo o Maranhão”.

O registro feito no apartamento de Roseana é o retrato da decadência. Os deputados estaduais Arnaldo Melo e Socorro Waquim estão de malas prontas para deixar o MDB. Ambos seguirão rumo ao destino partidário do vice-governador Carlos Brandão (PSDB). O deputado estadual Roberto Costa, que não consegue montar nem uma nominata para concorrer à reeleição na Assembleia Legislativa, também anda conversando com o PV. Já o deputado federal Hildo Rocha admite que pode buscar um novo abrigo.

Restariam daquela que já foi a maior sigla do Maranhão apenas Roseana, o ex-senador Lobão Filho e o deputado federal João Marcelo. Os três brigarão por duas cadeiras na Câmara Federal.

No que depender da ex-governadora, talvez o esvaziado MDB nem se posicione nas disputas de senador e governador. No palanque que Dino estiver ela garante que não sobe.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.