Audácia

Sequestradores do dono do Mix Pinheiro exigiram Pix e não conseguiram pagamento inteiro

Os dois sequestradores de Francisco Mendanha Pinheiro, dono do Mix Pinheiro, exigiram R$ 12 mil como forma de resgate, mas não conseguiram o pagamento por inteiro, segundo apurou o Marrapá. O crime aconteceu por volta das 13h do último domingo (9), próximo à unidade do supermercado situada no bairro Divinéia, em São Luís.

O pagamento deveria acontecer em duas transferências, sendo a primeira de R$ 10 mil e a segunda de R$ 2 mil. A última não chegou a ser finalizada. Os bandidos utilizaram duas chaves Pix para cobrar o valor.

Com os R$ 10 mil na conta, os bandidos liberaram Francisco no bairro Pindaí, em Paço do Lumiar. Eles estavam a bordo de um veículo Fiat Mobi preto sem placas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *