Mercado de trabalho

Mais da metade dos trabalhadores do Maranhão estão na informalidade

O Maranhão tem a segunda maior taxa de trabalhadores informais do Brasil, conforme os dados divulgados hoje, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Entre os trabalhadores do estado, 59,7% estavam atuando na informalidade no primeiro trimestre deste ano. O estado só perde para o Pará, que tem uma taxa de 62,9% de trabalhadores informais. 

O percentual de informais no Maranhão é maior que o do Brasil. Segundo o IBGE, entre os que trabalhavam em todo o país, a taxa de informalidade alcançava 40,1% da população ocupada no primeiro trimestre.

Além dos trabalhadores informais, é grande a taxa de pessoas desempregadas no Maranhão. Segundo o instituto, nos primeiros três meses do ano, o percentual de pessoas desocupadas era de 12,9%, maior do que a registrada em todo o país, que foi de 11,1%.  

Deixe um comentário