Queimou a largada

Antes mesmo da campanha, Josivaldo JP se enrola com Justiça Eleitoral

Antes mesmo do início oficial da campanha, Josivaldo JP já enfrenta uma condenação na Justiça Eleitoral. Na última terça-feira (7), o deputado federal e pré-candidato à prefeitura de Imperatriz foi condenado a ressarcir os cofres públicos em R$ 469 mil. Ele permanece no mandato.

Dois dias depois, na quinta-feira (9), o parlamentar fez um evento para 300 pessoas onde lançou o plano que pretende colocar em curso na cidade, caso passe pelos possíveis dois turnos da eleição deste ano.

A condenação veio do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por uso indevido do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) na campanha para deputado federal. A primeira condenação aconteceu no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão e foi confirmada pela corte superior.

O Colegiado entendeu que o parlamentar praticou irregularidades graves. Elas envolvem o pagamento de pessoal sem o devido registro de despesa com militância e mobilização de rua.

Apesar de ser obrigado a devolver quase meio milhão de reais, Josivaldo disse que já esperava a decisão e ainda se declarou “muito feliz” pelo fim da análise dos gastos de campanha. “Isto não interfere no nosso mandato como deputado federal, nem nas próximas eleições”, declarou tratando o fato com naturalidade.

Qual sua opinião?