sucessão na Justiça

Lula veta Cappelli como interino no Ministério da Justiça

O presidente Lula não cogita a possibilidade de Ricardo Cappelli assumir o Ministério da Justiça e Segurança Pública como interino, após ter indicado o atual titular, Flávio Dino, ao STF. Segundo Igor Gadelha, do Metrópoles, o veto de Lula foi informado a Dino antes do anúncio oficial de sua escolha para a Corte, na última segunda-feira (27).

Em meio ao debate sobre a permanência ou não do comunossocialista no Palácio da Justiça durante o beija-mão no Senado, Lula determinou que Dino continuasse à frente do ministério até a sabatina, prevista para 13 de dezembro. Isso inviabiliza a opção da interinidade de Cappelli, já que, até lá, o petista pretende definir quem sucederá Dino na pasta.

O presidente nutre desconfianças em relação a Cappelli, especialmente após uma mensagem irônica publicada pelo ainda secretário-executivo no último dia 14 de novembro no antigo Twitter. Porta-vozes do Palácio do Planalto consideram baixas as chances de Cappelli ser escolhido como substituto definitivo de Dino.

Jornalista diplomado, Cappelli não teria estudos, experiência acadêmica, muito menos conhecimento e inteligência emocional para assumir tal função. Seu nome também encontra resistências na Polícia Federal, um dos principais setores sob jurisdição da pasta.

Comentários estão desativados

2 respostas para “Lula veta Cappelli como interino no Ministério da Justiça”

  1. Jaci disse:

    Nesse desgoverno o que não falta é a incompetência. Essa é a marca do Lulopetismo.
    O Brasil tá descendo ladeira a baixo, muito rápido, infelizmente.
    Adeus, democracia!!!

  2. Jaci disse:

    Nesse desgoverno o que não falta é a incompetência. Essa é a marca desse petisco.
    O Brasil tá descendo ladeira a baixo, muito rápido, infelizmente.
    Adeus, democracia!!!