Operação Tempo Real

Acossado pela PF, Lula Fylho caiu em desgraça com o PCdoB

Principal alvo da Polícia Federal na operação que investiga o superfaturamento na compra de máscaras pela Prefeitura de São Luís, o ex-secretário de Saúde Lula Fylho foi indicado pessoalmente pelo governador Flávio Dino para suceder Helena Duailibe em 2017. 

Filiado ao PCdoB, ele é investigado pela participação em um esquema que teria fraudado licitações da secretaria de Saúde de São Luís financiadas com recursos destinados para a compra de materiais e insumos destinados ao combate à covid-19.

À época da indicação, Dino reclamava do desempenho de Helena Duailibe à frente da Saúde da capital, ao ponto de pressionar o então prefeito Edivaldo Holanda Júnior a demitir a auxiliar, que agora é deputada estadual e faz parte da base governista na Assembleia Legislativa. 

Bastou sentar na cadeira para Lula Fylho começar a se indispor com os “camaradas”. No ano passado, segundo relatos, ele já não atendia mais nem as demandas do prefeito, e se gabava de ser intocável e ungido pelo governador para o cargo. 

Nos bastidores, Lula é apontado como o responsável pelos atrasos na ampliação do Hospital da Criança, na Alemanha, apesar de todos os recursos alocados pelo Governo do Maranhão para a realização da obra.

Uma resposta para “Acossado pela PF, Lula Fylho caiu em desgraça com o PCdoB”

  1. Carlos Sousa disse:

    Mta gente desse PCdoB, ainda vai Acabar na CADEIA… é só aguardar pra ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *