convocação

Othelino Neto quer ouvir comandante de operação polêmica em Araioses

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) pedirá a convocação do coronel da PM Renato Abrantes Campos para prestar esclarecimentos à Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa sobre uma operação da Polícia Rodoviária Estadual no município de Araioses, na semana passada. A ação, que visava combater irregularidades cometidas por motociclistas, foi frustrada por uma senhora que seria prima do secretário estadual de Governo, Márcio Machado. O Marrapá foi um dos primeiros portais a chamar atenção para o caso.

O requerimento apresentado pelo parlamentar busca esclarecer o ocorrido no último dia 28 de março, onde motos apreendidas em blitz por situação irregular, foram liberadas por suposto tráfico de influência.

A questão virou tema de debate na Assembleia Legislativa, na sessão de terça-feira (2). “Eu queria saber de quem partiu aquela ordem? Imagino que não tenha sido do secretário de Segurança. Imagino que não tenha sido do comandante da Polícia. A senhora que que faz um vídeo festejando uma ilegalidade, ela faz referência ao secretário de Governo, que eu também custo crer que ele tenha feito aquilo, mas alguém deu aquela ordem”, comentou Othelino Neto.

Horas mais tarde, nas redes sociais, o parlamentar destacou que “as providências são para que sejam esclarecidas as questões relacionadas a essa confissão gravada em vídeo e que, supostamente, caracterizaria tráfico de influência, pois, se houve, os responsáveis precisam responder por isso”.

Uma resposta para “Othelino Neto quer ouvir comandante de operação polêmica em Araioses”

  1. Francion Ferreira disse:

    Excelente iniciativa!
    Tem que esclarecer mesmo essa questão.

Qual sua opinião?