segundo turno

Aliados constrangem Dino nacionalmente

Comunistas e simpatizantes na capital seguem fazendo Flávio Dino passar vergonha.

Mesmo com a maioria absoluta dos prefeitos e vereadores do Maranhão aliados, seja pelo próprio partido, pelo PDT, DEM ou pelos demais legendas da base governista, a disputa pelo segundo turno em São Luís faz parecer que o governador está isolado.

Na manhã desta quinta-feira (19), em discurso em apoio à candidatura de Duarte Junior contra Eduardo Braide, o candidato derrotado, Rubens Pereira Junior, vociferando, sentenciou que “com Eduardo Braide estão todos os adversários e desertores do governo Flávio Dino”. Logo ele, que na eleição de 2016 votou no próprio Braide a mando do governador.

Ontem, Felipe Camarão, que passou o primeiro turno todo neutro, condenou ao inferno o candidato derrotado Jeisael Marx, o senador Weverton Rocha e todos aqueles que optaram pela neutralidade no segundo turno.

Nas palavras de Camarão, ao declarar um apoio constrangido a Duarte, “quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha”.

Não é por acaso que a imprensa nacional debocha há dois dias de Flávio Dino, questionando o caráter democrático e o poder de articulação de um político que carrega o mérito de derrotar a oligarquia Sarney, apoiado por uma dúzia de legendas de todos os espectros da política.

O Palácio dos Leões precisa controlar a torcida antes que seja tarde demais.

Uma resposta para “Aliados constrangem Dino nacionalmente”

Qual sua opinião?