Maranhão

Josimar diz que operação da PF foi perseguição, reitera candidatura ao governo e ataca Carlos Lula   

Em live realizada na noite de hoje em suas redes sociais, o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) respondeu várias perguntas de internautas.

A primeira foi sobre a operação da Polícia Federal em sua casa. Sobre isso, Josimar afirmou que “tudo será esclarecido durante um curto período e tenho certeza que nós vamos provar que isso não passa de mais uma armação política”.

Sobre concorrer ao governo do Estado, o dono do PL no Maranhão reiterou que é pré-candidato, mas que não faz parte do grupo do governador Flávio Dino.

“Ficou bem óbvio quando o governador, via uma entrevista por vários meios de comunicação, citou que seu grupo teria dois nomes, e meu grupo não foi citado. Não posso me considerar um dos nomes. A gente tem sido ignorado nas buscas por um diálogo”, explicou.

Josimar ainda atacou o secretário de Saúde Carlos Lula. De acordo com ele, o auxiliar de Dino não deixou bem claro o trabalho da Bancada Federal na destinação de emendas para a saúde durante a pandemia.

Também participaram da live o deputado federal Marreca Filho e a deputada estadual Detinha, esposa de Josimar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *