Pagamento

Eduardo DP pagou R$ 121 mil para sair de Pedrinhas

O empresário Eduardo José Barros Costa, o Eduardo DP ou Imperador, pagou R$ 121,2 mil como fiança para conseguir a liberdade provisória e sair do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís.

Preso desde o dia 20 pela Polícia Federal (PF), o empresário agiota foi posto em liberdade na noite de sábado, 23, após o pagamento do valor da fiança referente a 100 salários mínimos. 

O valor, no entanto, é pouco perto dos milhões que ele faturou em contratos firmados entre a sua empresa, a Construservise, e o governo do estado, por meio das secretarias de Infraestrutura e Cidades. 

Mesmo em liberdade, Eduardo DP está sendo monitorado por meio de uma tornozeleira eletrônica e terá que cumprir obrigações como permanecer em casa durante a noite e nos finais de semana e também se apresentar todos os meses à Justiça para informar suas atividades.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: