Volta da oligarquia

“A oligarquia continua mais viva do que nunca”, diz Simplício

Candidato ao governo pelo Solidariedade, Simplício Araújo criticou a união entre o Flávio Dino (PSB) e o grupo Sarney nas eleições deste ano. 

O ex-governador, que antes culpava os Sarneys por tudo de ruim que acontecia no Maranhão, hoje se alia ao grupo como uma tentativa desesperada de eleger o seu preposto Carlos Brandão (PSB) chefe do executivo estadual a partir de 2023. 

Com isso, Dino não apenas escancarou as portas do Palácio dos Leões para o retorno da família Sarney, como também deu fôlego à oligarquia, o que foi criticado por Simplício Araújo. 

“A oligarquia continua mais viva do que nunca. Se o Maranhão não se livrar deles, não cresce de jeito nenhum. Oligarquia não é uma pessoa, é um comportamento entranhado na maior parte da classe política maranhense”, disparou o candidato.

A emblemática foto de Roseana Sarney (MDB) e Carlos Brandão (PSB), juntos e sorridentes na convenção dos emedebistas, evidencia bem as palavras de Simplício e mostra que todo o discurso antissarneyzista, proferido por Dino e seu grupo ao longo dos últimos sete anos e meio, não passou de uma falácia.  

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: