pesquisas falsas

Brandão manda contratar sete institutos de pesquisa de uma só vez

Parece piada, mas não é. A campanha de Carlos Brandão, o Breve, faz valer o dito popular que diz que sete é conta de mentiroso. 

Basta dar uma olhada nos pedidos de registro de pesquisas eleitorais para o Maranhão no site do TSE para ver que vem muita fake news por aí. 

Foram registradas sete pesquisas para serem divulgadas na última semana do primeiro turno, todas ligadas a Brandão e seus aliados.

Com a campanha presidencial pegando fogo, disputas acirradas em todos os estados, de repente o Maranhão passou a ser interesse de institutos de pesquisa dos estados do Tocantins, Mato Grosso e São Paulo. 

Além do Skala (TO), tem também os desconhecidos Ideia (SP), Percent (MT), Inop e Ipobras. 

Um deles, que tem nome de boate dos anos 80, um tal de Skala, foi proibido hoje pela Justiça Eleitoral de divulgar pesquisas aqui no Maranhão, sob pena de multa de 50 mil reais por divulgação.

A pesquisa tem tanto erro, tanta mentira, que deixou até os leões de bronze do palácio corados de vergonha.

Comentários estão desativados

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: